---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Precaução: Samae orienta usuários quanto a instalação de válvula retentora em regiões de baixada

Publicado em 27/07/2018 às 11:02 - Atualizado em 27/07/2018 às 11:43


Créditos: Internet Baixar Imagem

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto-Samae vem buscando soluções efetivas para melhorar a qualidade na prestação dos serviços, contudo, em períodos de chuvas intensas, algumas regiões do município com a topografia desfavorável podem sofrer refluxo de esgoto para o interior das edificações, devido a rede coletora não suportar a vazão. Na semana passada, o Prefeito Silvio Alexandre Zancanaro assinou o Decreto 8.064/2018 que autoriza a autarquia identificar os locais que apresentam o risco e orientar os usuários a instalar a válvula de retenção e a caixa concentradora no coletor predial interno.

De acordo com o Diretor do Samae, Alexandre Kunen, a maior dificuldade encontrada atualmente pela autarquia, é a identificação de residências com calhas de chuva conectadas na rede coletora de esgoto. “Essa prática além de ser irregular, interfere negativamente no processo de tratamento do esgoto, por isso, muitas vezes a rede não suporta essa vazão, fazendo com que retorne esgoto para alguma edificação”, relatou.

Ele ainda explicou que nas residências identificadas, o morador tem o prazo de 180 dias para adequação do sistema de prevenção. “O nosso trabalho é focado no bem estar das pessoas, o principal objetivo dessa ação é proteger os camponovenses, bem como o seu patrimônio. O valor da válvula e da caixa concentradora são insignificantes se comparado aos transtornos causados pelo eventual refluxo de esgoto. A instalação é simples, contudo o Samae está à disposição da população para eventuais dúvidas”, garantiu.