---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Cultura
Complexo Cultural recebeu mais de 90 mil participações no período de janeiro a dezembro de 2019

Publicado em 12/12/2019 às 13:47 - Atualizado em 12/12/2019 às 13:47

 

 

A cultura de Campos Novos está em ascensão, o trabalho desenvolvido pela Fundação Cultural Camponovense tem evoluído dia após dia. O objetivo da Administração Municipal é fazer com que os cidadãos se envolvam com a arte, música, teatro e dança, pois esse segmento influencia no desenvolvimento da sociedade, mexe com a autoestima dos envolvidos e promove maior qualidade de vida à população.

O resultado dos investimentos aplicados foi apresentado pela Superintendente da Fundação Cultural Camponovense, Marli Becker, na última segunda-feira (9), como forma de prestação de contas do trabalho ofertado à população. De acordo com o relatório, o complexo cultural de Campos Novos contou com uma movimentação expressiva de mais de 90 mil participação, no período de janeiro a início de dezembro, tanto dos camponovenses que participam das atividades oferecidas, quanto dos visitantes e público que prestigia os eventos realizados.  

 “Esse número apresentado se refere a somatória das participações das palestras, visitações, capacitações, oficinas, contações de histórias, mostras de teatro, laboratório de informática e acervo de livros na Biblioteca Pública, usuários e visitantes do museu, além dos camponovenses que participaram gratuitamente do cinema e alunos de música da Casa da Cultura”, explicou Marli Becker.

Um dos números surpreendentes, destacado por Marli, se refere à participação da comunidade de forma gratuita no cinema. “Como é de conhecimento de todos, nós temos 500 ingressos mensais para distribuir de forma gratuita aos alunos da Fundação Cultural, alunos de escolas municipais e estaduais, idosos e participantes de projetos sociais das secretarias municipais e envolveu nesse período 13.640, estamos conseguindo democratizar a 7ª arte, proporcionando cultura e lazer para a nossa comunidade”, ressaltou.

Hoje a Fundação Cultural oferece para crianças de 5 anos até idosos de 85 anos aulas de teatro, Dança de Rua (Hip Hop Street Dance), Dança Gaúcha, Dança de Sapateado, Ginástica Rítmica, Era uma vez na Biblioteca (contações de histórias), Coral, Canto e técnica vocal e Música instrumental, com os seguintes instrumentos: violino, acordeom, guitarra, contrabaixo, bateria, percussão, piano, teclado, violão iniciante, violão intermediário, violoncelo, saxofone, clarinete e trompete.

Além das aulas oferecidas no centro da cidade, a Fundação Cultural ainda conta com o programa “Cultura nos Bairros e Comunidades Rurais”, atendendo alunos de 12 locais: Bairro Jardim Bela Vista, Bairro Santo Antônio, Assentamento 30 de Outubro, Distrito de Dal Pai, Distrito da Encruzilhada, Distrito da Barra do Leão, Distrito do Ibicuí, Distrito de Alto Bela Vista, Comunidade Pacheco, Escola Paulo Blasi, Projeto Bem Viver e Comunidade Terapêutica São Francisco.

Na ocasião, a Superintendente destacou os projetos executados no decorrer de 2019. “Neste ano, conseguimos com muito êxito criar a Orquestra Campos Novos, revitalizar a Fanfarra Municipal, levar o projeto de contação de histórias “Era uma Vez” para as áreas rurais, criar a companhia de música, também realizamos a Exposição da Evolução da Educação Camponovense e Nomeação do Auditório  Irmã Thecla Zaydowicz, a 17ª Semana Nacional do Museu e Semana Nacional de Cinema, realizamos uma programação especial alusivo ao centenário do prédio que abriga o Museu, promovemos audições culturais, 2º Workshow Music, 9ª Festança do Gaúcho e 1º Mês das Artes, Mostras de Talentos da 3ª Idade, Infantil e Adulto e Exposição Parque Rio Canoas”, explanou.

Além disso a Fundação Cultural apoiou o lançamento de livros de Escritores Camponovenses e teve uma participação significativa na Organização do Festival Escolar Estadual Dança Catarina, em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer e Educação e organizou o concurso para a escolha do Rei e Rainha do Jecam 2019, bem como participou da abertura oficial do evento.

“Não seria possível realizar o nosso trabalho sem a confiança do Prefeito Zancanaro e do Vice Marco, bem como o apoio e os recursos aplicados pela Administração Municipal e também pelos nossos demais patrocinadores, Consórcio Machadinho, Instituto Alcoa, Engie Brasil, Enercan e Copercampos. Temos muitos projetos importantes e ações que queremos executar em 2020, como a reativação do laboratório de arqueologia, criação da Banda Marcial Municipal, trabalhar fortemente a gastronomia típica e artesanato profissional em palha de milho, bem como na reestruturação do nosso patrimônio cultural, dentre outros, que certamente serão muito bem executados, a exemplo do que já temos demonstrado até aqui”, pontuou.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar