---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Agricultura
Ofício é enviado ao Governo atendendo solicitação dos produtores de leite do Município

Publicado em 21/05/2020 às 17:10 - Atualizado em 21/05/2020 às 17:14


Créditos: Internet Baixar Imagem

A Administração Municipal juntamente com alguns vereadores do Poder Legislativo Municipal emitiram um oficio que foi encaminhado para o Governo do Estado de Santa Catarina e para a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, o qual solicita que haja uma intervenção junto as empresas de beneficiamento e comércio de laticínios de Santa Catarina, com relação a diminuição do valor que está sendo pago aos produtores de leite, neste mês de maio, ao qual será creditado R$ 0,20 (vinte centavos) a menos no valor pago pelo litro de leite.

 

Sabemos que houve uma baixa no consumo devido a pandemia e a suspensão das atividades de empresas que utilizam grande quantidade de leite e derivados, como restaurantes, pizzarias entre outros comércios, porém, o valor do litro de leite nos mercados sofreu uma elevação de 20% a 30% nos seus preços, sendo que os custos de produção do leite também sofreram um aumento de 15% a 30% para os produtores, devido ao maior valor dos insumos, equipamentos e material de limpeza, higienização e manutenção da atividade leiteira.

 

Além disso, na região Sul existe a grande estiagem dos últimos meses o que vem a ocasionar a falta de pasto e escassez de água para o gado leiteiro. O município produz cerca de 60 mil litros diários de leite, sendo que com essa baixa no valor do litro, reflete aproximadamente R$ 270 mil reais mensais de prejuízo para os produtores.

 

De acordo com o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Ingrácio de Carvalho, solicitamos que seja realizado um entendimento junto às empresas de Beneficiamento e Comércio de laticínios de Santa Catarina. ”Os produtores da atividade de gado leiteiro não podem ser tão prejudicados nos valores que irão receber, pois está cada vez mais difícil manter-se nesta atividade, na  qual os ganhos estão cada vez mais baixos e os custos não param de crescer”, ressaltou ele.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Arquivos