---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Assistência Social
Políticas Públicas de assistência social, saúde e segurança definem estratégias para atendimento à população de rua do Município

Publicado em 29/05/2020 às 15:54 - Atualizado em 29/05/2020 às 15:55

A Secretaria de Assistência Social por meio do CREAS, juntamente com órgãos como Guarda Municipal, Polícia Militar, SAMU, Bombeiros, CAPS, Fundação Hospitalar Dr. José Athanásio e representantes da Diretoria da Casa da Acolhida, reuniram-se na manhã desta sexta-feira, 29/05, para tratar sobre ajustes referentes ao atendimento dos moradores de rua do município. O objetivo principal do encontro foi planejar um ordenamento para ser repassado a população em geral em relação a casos de pessoas dormindo no frio, sem estrutura de higiene e alimentação adequada.

 

De acordo com a Coordenadora de Projetos, Gleice Santos, é extremamente importante destacar que todo o morador de rua possui uma história de vida. “A motivação para se colocar nessa condição não é única, é importante entender que ninguém vai para a rua apenas pela ruptura de um único laço, o sujeito é levado a essa situação quando ocorre a ruptura sucessiva de vínculos nas diferentes áreas da vida, bem como, há aqueles que o fazem por realmente querer como um próprio estilo de vida.”, pontuo.

 

Hoje em nosso município alguns casos são acompanhados pelo CREAS e pelo CRAS onde as equipes buscam realizar o trabalho de reaproximação dos vínculos familiares.

 

Diante das chamadas que ocorreram nos últimos dias referente a casos de moradores de rua noticiados pela comunidade em geral, durante a reunião ficou estabelecido algumas orientações para a comunidade.

 

“De segunda-feira a sexta-feira durante o expediente dos órgãos públicos, caso haja alguma demanda referente a morador de rua, a mesma deve ser informada ao CREAS e ao CAPS. Já no período da noite e nos finais de semana, o contato deve ser realizado junto a Guarda Patrimonial Municipal ou com a Polícia Militar, estes verificaram se será necessário o encaminhamento aos demais órgãos como SAMU, Bombeiros, Hospital ou Casa da Acolhida para pernoite e alimentação necessária”, ressaltou Gleice.

 

No entanto, cabe destacar que as informações repassadas para os órgãos devem estar relacionadas a situação de risco da pessoa de rua, pois muitas vezes os mesmos estão na situação por querer e possuem o direito garantido de ir e vir como todos os demais.

 

Telefones para contato caso existe demandas:

 

- CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social)

Atendimento de segunda-feira a sexta-feira -  Horário Comercial          

Fone: 3541-2913/ 98813-9945

 

- CAPS (Centro de Atenção Psicossocial)

Fone: 3544-1375

 

- Guarda Patrimonial Municipal

Atendimento todas as noites   

Fone (49) 99982-4643

  

- Policia Militar 190

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar