---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Obras
Campos Novos para todos: Município oferece oportunidade aos detentos em regime semiaberto, por meio de um convênio com o DEAP

Publicado em 12/08/2019 às 19:25 - Atualizado em 12/08/2019 às 20:35

Um convênio firmado entre Departamento de Administração Prisional (DEAP) e Prefeitura de Campos Novos, em janeiro de 2019, proporciona oportunidade de trabalho e ressocialização de alguns detentos que cumprem pena no regime semiaberto na Unidade Prisional Avançada- UPA de Campos Novos,  prestando seus serviços na Secretaria de Transporte, Obras e Urbanismo. O convênio faz parte do Programa "Mãos Limpas" e atualmente conta com 11 participantes.

A cada três dias trabalhados, um é reduzido da pena, através da remissão. A Prefeitura paga um salário mínimo (R$ 998) para cada detento participante do program, deste convênio, 25% retorna ao Fundo Rotativo do Estado, onde é revertido em melhorias na própria unidade e 75% do valor é revertido ao apenado.

Na manhã desta segunda-feira (12), a Administração Municipal realizou a entrega de uniformes, com a logomarca do Programa “Mãos Limpas”. O momento contou com a presença do representante do Deap, IGP, bem como do Capitão da PM, Marcelo Macedo. 

“Uma oportunidade não só pelo valor recebido, mas também pela Lei, que dá o direito dos internos terem uma ressocialização, todo mundo tem direito a uma segunda chance e para a prefeitura esse convênio faz a diferença na mão de obra, que é importante para a execução dos serviços prestados”, comentou o chefe de segurança da UPA, Marcio de Souza Cruz.

Um dos detentos comentou que a oportunidade é uma mudança de vida. “Já faz quatro meses que estou trabalhando, acho muito importante essa oportunidade, quero pagar o que devo e sair com a cabeça levantada”, disse.

A intenção do Prefeito Silvio Alexandre Zancanaro é ampliar o convênio. “É um projeto inovador para o Município, seguindo bons exemplos de outras cidades que já possuem esse convênio. Desde o ano passado estávamos correndo atrás dessa possibilidade e no início do ano conseguimos colocar em prática, começamos com cinco detentos e hoje estamos com onze. Atualmente eles atuam na separação dos resíduos e entulhos e posteriormente estaremos levando até a central da compostagem, oportunizando e beneficiando dessa forma, tanto os presidiários, quanto a Prefeitura, sanando as nossas demandas de mão-de-obra”, pontuou.

Os internos cumprem uma carga horária, de Segunda à Sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30, onde permanecem na Secretaria ou nos serviços de recolhimento de entulhos, acompanhados do monitor.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar